Futebol Amador: União é o campeão invicto da Copa Chicão

O time do Bairro do Estoril goleou o São Luiz de Mairiporã e garantiu o título, ficando mais uma vez em Atibaia. Agora tem pela frente a Primeira Divisão e a Copa Atibaia. Na disputa do 3º lugar o Brasinha venceu nos pênaltis o Fígado de Platina

Por Maria Clara 07/04/2019 - 12:31 hs

Pela 5ª Copa Chicão, no Centro Rural, na Boa Vista, dia 31 de março, às 11h00, o União (Atibaia) goleou o São Luiz (Mairiporã) por 5 a 1 e garantiu o título inédito e invicto, aumentando a galeria de troféus que já possui duas Copas Atibaia e uma Primeira Divisão.

No jogo das 9h00, o Brasinha empatou por 1 a 1 com o Fígado de Platina e venceu por 5 a 4 nos pênaltis, conquistando o 3º lugar.

Na decisão os times entraram ao som da música da Champions League e perfilados cantaram o Hino Nacional.

A bola rolou e nos dez primeiros minutos o São Luiz dominou, até que na cobrança de escanteio Reinaldo de cabeça fez 1 a 0 União. O time de Atibaia passou a ditar o ritmo. Na entrada da área Reinaldo recebeu e finalizou de canhota, 2 a 0.

No segundo tempo o São Luiz pressionava e o goleiro Grelo fechava o gol e num contra-ataque Denis passou pelos defensores e tocou no canto, 3 a 0. Em seguida pênalti apontado. Diego diminuiu para o São Luiz, 3 a 1. Aos 25 minutos, em lançamento pelo meio, Reinaldo escapou sozinho, avançou e disparou o chute para marcar seu terceiro gol, 4 a 1. Nos instantes finais Léo fez 5 a 1.

"O União entra numa competição para buscar o título, a gente sabia que seria difícil, hoje fizemos um jogo impecável, concluir as jogadas ofensivas e conseguimos o título para a torcida, ela incentiva desde o início. Fazendo os gols deu um pouco mais de tranquilidade para controlar o jogo", disse o artilheiro Reinaldo.

"Sabíamos que seria difícil, colocamos em prática o que conversamos e deu certo. Uma campanha muito boa, só dois empates, merecemos o título. Foi uma atuação consistente, uma atuação muito boa de todos", avaliou o zagueiro e capitão Dino.

"Fizemos grande campanha, pegamos um time de qualidade e hoje não estávamos num dia feliz, a bola não entrou, fizeram o gol num erro nosso, mas estamos de parabéns pela campanha e ano que vem tem mais", comentou o técnico Cleyton do São Luiz.

"A copa foi nota mil, parabéns a todos os times, aqueles que me ajudam na organização, dezesseis pessoas. Um placar que ninguém esperava, jogo equilibrado, o São Luiz mais rápido e o União mais técnico, mais veteranos e de uma certa experiência. O União veio ligado, sabia do potencial do São Luiz que está de parabéns também, perdeu só este jogo. No ano que vem vamos manter com quarenta times, esse ano passaram mil e noventa atletas", analisou Wellington Santos, organizador da copa.

A disputa começou dia 6 de janeiro, com 40 times, 24 (Atibaia), 8 (Mairiporã/Terra Preta), 3 (São Paulo), 2 (Perdões), 1 (Piracaia), 1 (Jarinu) e 1 (Bragança).

O artilheiro: Netinho (Portão) 15 gols e o goleiro menos vazado: Élio (Brasinha). Os dois melhores jogadores: Diego (São Luiz) e Alisson (União).

A Copa distribuiu R$ 14 mil. Campeão: R$ 5 mil, vice: R$ 4 mil, terceiro: R$ 3 mil e quarto: R$ 2 mil. Aos 4 melhores troféus e aos três medalhas.

Foram 152 jogos, 695 gols, média de 3.98 gols.

Já conquistaram a Copa: 2014 - Ponte Nova (Perdões), 2015 - Boa Vista (Atibaia), 2017 - Chácaras Brasil (Atibaia) e 2018 - Brasinha (Atibaia).