MILHARES DE PESSOAS LOTARAM O CENTRO DE CONVENÇÕES PARA ASSISTIR O "DUELO DE MOTOS"

A cidade de Atibaia ferveu neste domingo. O público compareceu em peso ao Duelo e Motos e viu um verdadeiro show de manobras

Por Maria Clara 03/02/2019 - 13:30 hs

A cidade de Atibaia ferveu neste domingo. O público compareceu em peso ao Duelo e Motos e viu um verdadeiro show de manobras

Hoje, dia 3 de fevereiro, milhares de pessoas lotaram o Centro de Convenções para assistir o "Duelo de Motos" que foi transmitido ao vivo pela TV Globo, no Esporte Espetacular.

A cidade de Atibaia, no interior de São Paulo, ferveu neste domingo. O público compareceu em peso ao Duelo e Motos e viu um verdadeiro show de manobras. As motos voaram alto, mas quem tirou onda mesmo foi Fred Kyrillos. Campeão em 2018 na edição disputada em Extrema, Minas Gerais, ele voltou a subir no lugar mais alto do pódio. E o vice-colocado foi o mesmo do ano passado também. Joaninha foi aclamado pelo público e terminou na segunda posição na final. A disputa entre os dois foi acirrada.

O "Duelo de Motos" contou com a participação do Piloto de Atibaia, Otávio "Tatá" Pelegrino #513.

Saiba como foram as quartas e semis abaixo:

Quartas de final

Claudinho Rocha e Marcelo Simões fizeram a disputa inicial. O primeiro deu um belo backflip logo de cara. Mais tarde, um backflip superman e um backflip indie, ou seja, apostou na manobra quetem como base dar um giro uma espécie de mortal no ar. Mas o segundo levantou a galera com a complexidade e dificuldade de seus saltos, conseguindo avançar para a próxima fase.

Fred Kyrillos e Tatá Pelegrino foram o embate na sequência. O primeiro a competir foi Tatá, estreante no Duelo de Motos e vindo do motocross. Ele ganhou o carinho do público local, por ser de Atibaia, e foi bem consistente, mas Fred, atual campeão do evento, deu show e avançou. Ele abriu com a manobra no ponto mais alto, um backflip no hands, ou seja, sem as mãos. Depois, deu mais dois backflips e um lazy boy. No sexto salto, um susto. Ele caiu, mas rapidamente pegou a moto e retomou as manobras, fazendo mais dois backflips.

O americano Brian McCarthy entrou tranquilo. Seu sexto salto chamou a atenção. Foi um tsunami flip. Nicholas Ferreira, seu rival, foi bem demais também. Ele cativou o público quando subiu na moto e se preparou para um salto complexo. Ao todo, foram nove saltos do competidor. Mas o gringo, apesar de o público ovacionar o brasileiro, levou a melhor.

Em seguida, Robert Fire e Joaninha se enfrentaram. O primeiro atleta se esforçou, mas não conseguiu empolgar tanto com suas tentativas. O segundo, por sua vez, entrou em ritmo intenso, empinando a moto logo de cara. Ele foi o primeiro a se classificar no dia anterior. Logo no salto inicial, fez um backflip jet-ski. E o nível foi evoluindo. Dessa forma, ele se garantiu nas semis e foi ovacionado pelo público.

Semifinais

Marcelo Simões entrou na semifinal e apostou em manobras bem plásticas. Ao todo, ele fez nove saltos, todos bem executados, mantendo a consistência em todo período na pista. O rival, contudo, era Fred Kyrillos, que começou com seu show de backflips, sendo um deles um tsunami, onde o piloto projetou seu corpo para frente e segurou o guidão com a moto para o alto. E o segundo seguiu adiante para a decisão.

Brian McCarthy, americano, pegou o forte Joaninha. Sabendo da força do brasileiro, ele precisou tentar manobras de complexidade. Ele começou bem, mas no terceiro salto não conseguiu executar o que pensou. O oitavo, um truque chamado Captain Morgan, fez o público aplaudir. Mas Joaninha foi espetacular. Variou os flips e backflips, enlouquecendo o público presente. Com isso, se garantiu na final contra Fred Kyrillos.

Fonte: https://globoesporte.globo.com/programas/verao-espetacular/noticia/fred-kyrillos-da-show-derrota-joaninha-e-e-bicampeao-do-duelo-de-motos-em-atibaia.ghtml